O estado do Rio de Janeiro está entre um dos que mais sofrem com o roubo de cargas no Brasil. Só em 2016, o prejuízo foi de R$ 619 milhões, um valor que daria para pagar um mês de toda a folha de pagamento da Polícia Militar e de seus inativos do estado com folga.

Um levantamento feito em 2017  pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) revela que durante os quatro meses de reforço na operação para combater roubos a caminhões, tráfico de armas e de drogas no Rio de Janeiro, 40% dos presos em flagrante nas estradas já foram soltos.

“A gente detectou que justamente a cada dez presos, quatro foram soltos num período de quatro meses. A gente está falando de crimes graves. A nossa legislação prevê diversos benefícios que facilitam a liberação desses criminosos, muitos advogados trabalham em cima desses casos. Esses transgressores são pessoas que foram presas em flagrante, cometendo crimes graves. Não estamos falando de um cara que foi preso com uma pequena quantidade de drogas, para uso pessoal ou outros crimes menores, são pessoas que roubam cargas valiosas, com uso de armas de fogo, emprego de violência, flagrados com grande quantidade de drogas. E isso é algo preocupante, pois quando soltos continuam sendo uma ameaça para a sociedade”, disse o porta-voz da Polícia Rodoviária Federal, José Hélio de Macedo.

De acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP), entre janeiro e outubro de 2017, foram contabilizados 8.508 roubos de carga. Segundo o sindicato das empresas transportadoras (Sindcargas), historicamente, os meses de novembro e dezembro são os que registram mais esse tipo de crime, já que há mais caminhões com carga, principalmente de frigoríficos, para abastecer os mercados e lojas para o fim de ano. O que nos faz acreditar que os números crescerão exponencialmente nos próximos levantamentos de dados.

No estado do Rio, a região que mais registrou roubo de carga nesse ano foi São Gonçalo, com 1.177 ocorrências. Somando os registros de São Gonçalo com a da região do Complexo do Chapadão são 2.334 casos. Ou seja, 27% dos roubos de carga no estado aconteceram nessas duas regiões.

Fonte: goo.gl/cXwCyP

Profissionais essenciais continuam com compromisso e dedicação

| AMIGOS DA CARGA, Gerenciamento de Riscos, Rodovias, SEGURANÇA, Transporte | Sem Comentários
A crise que estamos vivenciando por causa da pandemia que afeta todo o planeta deixa em posição de evidência muitos profissionais que, por desempenharem funções essenciais para a sociedade, não podem parar de trabalhar.Além dos profissionais das áreas da saúde e da segurança, outros setores, como o de telecomunicações, alimentação,…

Prevenção é fundamental para motoristas

| DICAS, SEGURANÇA | Sem Comentários
COVID-19Prevenção é fundamental para motoristas Em razão da pandemia do coronavírus, a prevenção é a ação mais importante para quem trafega pelas estradas do nosso país. Por isso, redobrar cuidados com higiene é fundamental para que motoristas de caminhões se protejam da contaminação com o vírus. Nesse momento crítico, é…

Iscas eletrônicas: a tecnologia a serviço da segurança de cargas

| AMIGOS DA CARGA, Caminhões, Gerenciamento de Riscos, SEGURANÇA, TECNOLOGIA | Sem Comentários
Iscas eletrônicas: a tecnologia a serviço da segurança de cargas (mais…)

Como o reconhecimento facial agrega segurança ao transporte de cargas

| AMIGOS DA CARGA, Gerenciamento de Riscos, SEGURANÇA, TECNOLOGIA | Sem Comentários
O futuro já chegou! A tecnologia se aliou à segurança para diminuir o número de fraudes e casos de clonagem de documentos na logística (mais…)
  RESPEITO SE CONQUISTA COM ATITUDES
SÃO PAULO – SP
55 11  5079.2500 / 55 11  3443.2500
BELO HORIZONTE – MG
55 31  3653.6317
CURITIBA – PR
55 41  3015.7109
PORTO ALEGRE – RS
55 51  3072.1375
GOIANIA – GO
55 62 3645.3400
SALVADOR – BA
55 71  3271.4680
SANTIAGO – CHILE
56 2 3251.1125
Buonny Projetos e Serviços de Riscos Securitários Ltda ® Todos os direitos reservados | Ouvidoria: 11 5079.2621 – ouvidoria@buonny.com.br
CNPJ: 06.326.025/0001-66 | IE: Isenta | Alameda dos Guatás, 191 – Jd. da Saúde – São Paulo / SP – CEP 04053-040