Sessenta e quatro tombamentos de carretas já foram registrados na Rodovia Fernão Dias (BR-381) somente no Sul de Minas neste ano. De acordo com os dados da Arteris, concessionária responsável pela pista, o levantamento considerou o trecho entre Extrema e Santo Antônio do Amparo. As ocorrências acontecem principalmente em trechos de serra, descidas e curvas acentuadas.

“Toda vez que você tem um acidente com tombamento, alguma coisa desse tipo, a rodovia, no mínimo, tem que ser interditada em uma faixa ou todas as faixas. Isso gera um transtorno geral para todo mundo que está trafegando. E a nossa obrigação é dar fluidez ao tráfego, então a gente tem todas as condições, mas isso demora tempo, demanda um determinado tempo, e isso provoca essas retenções grandes, que incomodam tanto os usuários que estão trafegando pela rodovia”, explica Helvécio Tamm, diretor superintendente da Arteris, concessionária que administra a pista.

“Muitas das vezes é a velocidade que não é compatível com o local. E a qualidade da pista também. Essa pista, a gente paga pedágio aí, mas é uma pista horrível para trafegar com o caminhão”, afirma o caminhoneiro Robson Batista.

“A rodovia Fernão Dias é uma rodovia de traçado antigo, então ela é uma rodovia sinuosa. As pessoas falam que a rodovia é perigosa, mas ela não é perigosa, ela é sinuosa. Então nós temos alguns seguimentos de serra, trechos de sequência de curvas, onde acontece a maior quantidade de tombamentos”, diz Tamm.

Para quem viaja pela Fernão Dias com frequência, já se tornou comum ver tombamentos na rodovia.

“Bastantes tombamentos aí. Principalmente dia de chuva, que o povo acha que está andando em pista seca e não é a mesma coisa”, conta o caminhoneiro Alisson Martins.

“Existem as questões do uso de bebida, uso de drogas, defeito mecânico. Excesso de peso também acaba causando uma falha mecânica, mas infelizmente a maior causa desses acidentes é imprudência por parte dos motoristas e, dentro da imprudência, o excesso de velocidade”, ressalta o inspetor Émerson João Soares, da Polícia Rodoviária Federal.

A concessionária Arteris afirmou que vai fazer campanhas e reforçar a sinalização para alertar motoristas sobre os riscos do excesso de velocidade.

Fonte: goo.gl/UCAh5s

Câncer de mama: a prevenção está em suas mãos

| DICAS | Sem Comentários
Neste mês, realiza-se a campanha do Outubro Rosa, desde os anos 1990, onde busca-se conscientizar sobre a importância da prevenção do câncer de mama, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade. A campanha foi criada pela Fundação Susan G. Komen…

Prevenção de acidentes: por que essa é a melhor ferramenta para o caminhoneiro?

| AMIGOS DA CARGA, Caminhões, DICAS, Gerenciamento de Riscos, Rodovias, SEGURANÇA, Transporte | Sem Comentários
Na semana em que comemoramos o Dia Nacional de Segurança no Trânsito, Buonny enfatiza a importância da direção preventiva e da saúde de motoristas (mais…)

Filial Buonny Minas: mudanças para atender ainda melhor

| Gerenciamento de Riscos | Sem Comentários
Sob nova gestão e com novo espaço, a filial Buonny Minas está ainda mais preparada para atender os clientes da região (mais…)

Campanha aplica teste de COVID-19 e vacina contra H1N1 em caminhoneiros

| AMIGOS DA CARGA, DICAS, Gerenciamento de Riscos, Gestão de Frota, LOGÍSTICA, Rodovias, SEGURANÇA, TECNOLOGIA, Transporte | Sem Comentários
Em cinco pontos da Baixada Santista (SP), é possível realizar a testes do COVID-19 e se vacinar contra o H1N1 (mais…)
  RESPEITO SE CONQUISTA COM ATITUDES
SÃO PAULO – SP
55 11  5079.2500 / 55 11  3443.2500
BELO HORIZONTE – MG
55 31  3653.6317
CURITIBA – PR
55 41  3015.7109
PORTO ALEGRE – RS
55 51  3072.1375
GOIANIA – GO
55 62 3645.3400
SALVADOR – BA
55 71  3271.4680
SANTIAGO – CHILE
56 2 3251.1125
Buonny Projetos e Serviços de Riscos Securitários Ltda ® Todos os direitos reservados | Ouvidoria: 11 5079.2621 – ouvidoria@buonny.com.br
CNPJ: 06.326.025/0001-66 | IE: Isenta | Alameda dos Guatás, 191 – Jd. da Saúde – São Paulo / SP – CEP 04053-040